Presunto de Barrancos DOP, Cura Natural 40 Meses

Presunto de Barrancos DOP, Cura Natural 40 Meses

  • Preço:
  • 580.00€
  • 506.99€


  • Código do produto: Presunto de Barrancos DOP, Cura Natural 40 Meses
  • Disponibilidade: Em Stock

PRESUNTO DE BARRANCOS DOP

Presunto reconhecido com a Denominação de Origem Protegida, obtido a partir do Pernil de Porco Preto de Raça Alentejana Certificado, que revela um aroma intenso, curado e persistente. Com uma untuosidade de gordura e um aspecto marmoreado ruby e brilhante, este presunto tem um sabor pouco salgado e ligeiramente acidulado.

 

Cura: Natural de 40 meses

Peso: 7kg-8kg 

 

CERTIFICAÇÃO

A Cruz de Avis aposta a fogo no couro do presunto garante que o produto cumpriu todas as fases de produção do Presunto de Barrancos DOP, cuja qualidade é há muito reconhecida, mas que beneficia agora da protecção de Denominação de Origem.

Através do número de registo é possível conhecer-se todo o historial do presunto: o porco e sua árvore genealógica, a exploração onde foi criado, o local de abate, a idade do animal e peso em abate, o local de transformação, o tempo de cura, etc.

A área geográfica de produção corresponde, grosso modo, ao Alentejo e a zona geográfica de transformação está limitada apenas ao concelho de Barrancos

 

A CURA NATURAL

No final do Inverno, princípio da Primavera é a altura ideal para iniciar a secagem natural do Presunto de Barrancos D.O.P. Os ventos que circulam por entre as janelas e as baixas temperaturas de 3º a 5º C, favorecem a desidratação e a secagem no piso superior do secadeiro.

As peças repousam até ao final do Verão e devido às elevadas temperaturas de 38º a 40º C gradualmente começam a suar, altura em que o ácido oleico se infiltra nas fibras musculares, retendo ao longo de toda a peça um aroma característico.

 

Sem qualquer intervenção humana, a duração da secagem natural é variável. O tempo e a paciência fazem o resto.

Adereços não incluídos (caixa de madeira)




ROTULAGEM DOS GÉNEROS ALIMENTÍCIOS - ALERGÉNEOS
Decreto-Lei n.º 26/2016, de 9 de junho (…) Os géneros alimentícios (..) podem conter substâncias suscetíveis de provocar alergias ou intolerâncias (..) Em caso de dúvida, solicite por favor a ficha técnica do (s) produto (s)